Outfit | Punch

Passeios em dias cinzentos pedem uns bons toques de cor: odeiem-no quanto quiserem, mas não me digam que o laranja não anima o dia de qualquer um, mesmo quando a ameaça de chuva nos quer prender em casa!

Loafers - Seaside | Trousers - Stradivarius | Blouse - Local Market | Jacket - Vintage | Lipstick - M.A.C. Lady Danger
Fotografia de José Santos


O meu Porto é sempre um bom cenário para umas caminhadas sem destino e umas fotografias bonitas. Passeios pelas ruas íngremes, visitas aos miradouros do costume, que mesmo com nuvens a ameaçar com chuva se encontram sempre pejados de turistas e casais apaixonados a ver as belas vistas que a nossa cidade tem para mostrar.

Foodie | A Rota de Tapas está de volta!


Foi com um enorme prazer que pude estar presente na apresentação da edição que estará a decorrer até 4 Junho no Porto, Lisboa e Braga, e pela primeira vez, até 28 de Maio em Faro! Para esta última cidade é uma estreia, mas conta já com 9 edições em Lisboa, 7 no Porto e 3 em Braga. Uma tradição, portanto! Outra estreia são os Tuk-Tuks ecológicos, que percorrerão as ruas do Porto (e Lisboa!) entre as 19h e as 23h, de Quinta-feira a Domingo, ligando os diferentes bairros participantes, num total de 37 restaurantes: Poveiros, Baixa, Ribeira e Cedofeita. Para andarem basta terem um carimbo no vosso panfleto - ou seja, irem comer uma tapa! - por isso é uma experiência a não perder!



Passemos ao que realmente importa: a comida e os restaurantes participantes! Já fiz duas rondas, uma na apresentação e outra com o Zé (e provavelmente ainda volto!), por isso deixo-vos já o meu feedback relativamente a oito locais distintos. Vamos a isso?




Começamos com um desafio ao paladar, apto apenas para os corajosos: a Espetadinha à Poveiros, uma espetadinha de fígados de frango marinados em vinho do Porto, envolvidos em bacon, com azeitonas panadas. Embora o paladar estivesse bom - que estava, e tanto estava que consegui comer tudo - a textura do fígado... bem, quem não gostar de fígado de frango percebe-me. Em todo o caso, para quem gostar, recomendo!

Personal | 25 anos e eu nunca...

Às vezes sabe bem fazer um flashback - há uns tempos atrás a Lyne deu o mote: "18 anos e ela nunca", o Ricardo o ano passado já tinha pensado na mesma coisa... e eu agarrei na ideia: o que é que eu nunca fiz até aos 25 anos? E o que é que eu quero riscar desta lista?

Fotografia de Joana Cardoso (The Paper and Ink)
Fui a um concerto sozinha. Confesso que não sei se quero - a música é algo que mexe tanto comigo que confesso que tenho um certo receio de me sentir demasiado exposta, já que nunca iria a um concerto sozinha a não ser que gostasse mesmo muito d@ artista em questão.

Vivi sozinha. Nada. Nicles. Estudei na FEUP, por isso fiquei em casa. Ainda não saí para o meu prórpio ninho. O máximo que fiz foi passar uma noite sozinha em Lisboa numa viagem de trabalho. E há uns anos dormir uma noite sem os meus pais em casa, será que isso conta? Bah, sou uma bebé. (Nota-se que ando muito obcecada com isto? :p )

Aprendi a controlar a minha expressão facial. E digo-vos, isto é terrível! Quem estiver comigo mais do que 10 minutos consegue ler-me até ao osso - e por isso é que acabo por tentar ser sempre honesta, mesmo que seja com paninhos quentes, porque se tentar mentir já sei que a coisa vai correr-me mal. Imaginem só as figuras que faço em situações sociais em que fico desconfortável - lol

Photo | Mais fotografia com menos €

Quem gosta de fotografia sabe que, de vez em quando, bate aquele desejo consumista de comprar equipamento novo. E se uma objectiva ou uma câmera nova não se compram de ânimo leve, pelo grande investimento que representam, já o mesmo não se pode dizer de pequenos brinquedos que podemos comprar com meia dúzia de trocos e que, para diversão, já rendem uns resultados engraçados. É isso que vos mostro hoje: alguns objectos que me permitem criar um pouco mais - estes, comprados no eBay, mas que podem encontrar também em lojas como a Banggood.

Túlipa (lens hood) | Difusor | Filtro CPL | Adaptador grande-angular/macro | Step Up/Down
Fora os básicos óbvios (tripés, como este, ou um comando, como este) há pequenos objectos que nos podem render uns efeitos engraçados. Mostro-vos de seguida algumas imagens ilustrativas - todas elas por editar, com o mesmo EXIF dentro de cada grupo, e todas fotografadas com a Canon EF 50mm f/1.8, para que possam avaliar os resultados em bruto.

Começando pelo filtro polarizador, ou CPL, como prefiram: este filtro, apesar de vos roubar alguma luz, pode render-vos resultados muito interessantes. Ainda não o explorei o suficiente para vos mostrar resultados detalhados, mas trago-vos dois conjuntos de imagens que permitem ver o seu efeito: girando-o, variam entre cores mais vivas e a possibilidade de eliminar reflexos, tanto em água como noutras superfícies. Um dia de sol rende uns céus espectaculares com este filtro!


Filtro CPL

Outfit | Take me to Church

Portugal anda numa euforia: é o Salvador, é o Papa, é São Pedro a abrir as comportas da barragem lá do Céu... toda uma festa religiosa. Nada contra, haja algo que nos desvie a atenção das notícias más que vêm um pouco de toda a parte. Afinal de contas, e apesar de não ser praticante ou crente (só sei que nada sei, é a minha visão do assunto), o mundo está recheado de más notícias e se vamos embrulhar-nos em tudo o que acontece damos em doid@s em dois segundos.

Valham-nos os milagres como a
Amar Pelos Dois (sim, rendi-me ao hype) para nos adoçar os dias!

Jeans - Zara | Blouse - Vintage | Sneakers - La Redoute | Jacket - c/o Zaful | Bag & Glasses - Local Market
Fotografia de Joana Cardoso (The Paper and Ink)


Mas afinal, não vivemos nós de hypes? Seguir a corrente, acreditar em algo que move massas, seja uma religião, uma música, um conjunto de valores, um preconceito. Tudo faz parte de viver em sociedade. Isso faz de nós carneiros? Talvez sim, se o fizermos sem intenção. Talvez não, se acreditarmos honestamente no que nos move. Não é necessariamente bom nem mau. É só normal.